Comandos Básicos do Ubuntu Server

Comando dpkg no Linux

para instalar pacotes .deb na linha de comando pasta seguir o seguinte procedimento:

Entrar no Terminal de comando e digitar os seguintes comandos:

cd /Downloads
sudo dpkg -i awesome_new_app.deb
sudo apt-get -f install

Comando CD no Linux

cd, também conhecido por chdir, é um comando implementado em interfaces de linha de comandos de diversos sistemas operacionais (Unix ou qualquer um do tipo Unix, DOS, Windows, OS/2 e AmigaOS). Seu nome é um acrônimo da expressão inglesa change directory (“mudar diretório”) e sua finalidade é, como sugere seu nome, mudar o diretório atual de trabalho (isto é, o diretório em que se está) para uma outra especificada.

Um usuário pode estar trabalhando no seu diretório “home” e este possuir os sub-diretórios “games” e “fotos”. Eis um exemplo de mudança de diretórios através do comando cd:

  me@host:~$ cd games
me@host:~/games$ cd ../fotos
me@host:~/fotos$

A segunda linha do exemplo nos leva para o diretório pai (no caso o “home”) e em seguida para o diretório “fotos”. Outros modos de usar o comando cd:

  cd        entra num diretório (exemplo: cd docs) ou retorna para HOME se usado sem argumentos
cd ~      vai direto para o diretório home do usuário logado.
cd -      volta ao último diretório acessado
cd ..     Volta a diretório anterior
cd ../..  Volta a 2 diretórios

Comando LS no Linux

Na linha de comando do sistema operacional Unix, o ls é um comando usado para listar arquivos e diretórios. Sua função é análoga ao comando dir do MS-DOS.

O comando ls possui inumeras opções, de entre elas as mais comuns são:

* -a, --all                  não esconde ficheiros começados por .
* -A, --almost-all           não mostra os ficheiros implicitos . e ..
* -d, --directory            lista os nomes dos directorios em vez do seu conteudo
* -l                         usa o formato lista longa (com mais detalhes)
* -full                      usa o formato lista longa (com mais detalhes) e sem esconder os ficheiros começados por .
* -t                         ordena por data
* -r                         inverte a ordem

Comando MKDIR no Linux

O comando mkdir(make directory) é usado no sistema operacional Unix para criar novos diretórios. Em geral é usado desta maneira:

mkdir nome_do_diretório

Onde nome_do_diretório é o nome do diretório que você deseja criar. Os diretórios são criados dentro do diretório atual a não ser que um caminho seja especificado antes do nome do diretório a ser criado.

O comando mkdir pode ser usado para criar um caminho completo:

 mkdir -p /pasta/supbasta

Pode ainda ser usado para criar uma estrutura completa:

 mkdir -p {tmp/,bin/,docs/{textos/,img/{wallpapers/,fotos/}}}
Criar várias pastas simultaneas com o mesmo nome:
MKDIR NOMEDAPASTA {1..10} exemplo: 
#mkdir joomla {1..10}
no comando acima será criado 10 pastas: joomla1 joomla2 joomla3 e etc...

Comando chown no Linux

O comando chown executado pelo root permite alterar o proprietário ou grupo do arquivo ou diretório, alterando o dono do arquivo ou grupo.

Abaixo alguns exemplos:

# chown usuário arquivo 

# chown usuário diretório 

Obs.: Para saber quem é o dono e qual o grupo que é o proprietário da pasta, basta dar o comando:

# ls -l /

Desta forma você poderá ver os proprietários das pastas e dos arquivos.

Exemplo: passar o diretório mp3 que pertence a root, mas quero que o novo dono seja a daia, então digite:

# chown daia /mp3 

Onde daia é a nova proprietária da pasta mp3 e /mp3 é o diretório que foi mudado o proprietário, lembrando que da forma como foi executado o comando acima, ele alterou somente do diretório /mp3, as sub-pastas dentro dele continuam com o proprietário antigo.

Para incluir os sub-diretórios acrescente -R e exibir o resultado -c.

# chown -c -R daia /mp3 

Outro exemplo é alterar o grupo que pertence o diretório. Por exemplo, o diretório /mp3 pertence a daia e o grupo é root. Quero que pertença ao grupo inf, fica assim:

# chown daia:inf /mp3 

Para incluir os sub-diretórios acrescente -R e exibir o resultado -c.

# chown -c -R daia:inf /mp3

Bom, é isto. Espero que ajude, para saber mais sobre as permissões dos arquivos ou diretório, ver meu artigo sobre o comando chmod.

Adicionando novo usuário proprietário em grupo e aplicar em todas as subpastas e arquivos:

Usuário: www-data

Grupo: www-data

chown -R www-data:www-data /var/www/pasta


Adicionar novos Sites no Apache via link simbólico

rias pasta do site e dar permissão para o usuario www-data

# chown -R www-data:www-data /var/www/pastasite

Entre no diretório:

# /etc/apache2/sites-available

criar arquivo .conf com as informações do site

CRIAR LINK SIMBOLICO COM COMANDO – necessário estar dentro do diretorio sites-enabled antes de rodar o comando abaixo:

cd sites-enabled

ln -s ../sites-available/seusite.conf seusite.conf

Reiniciar o apache

# /etc/init.d/apache2 restart


Iniciar, Parar e Reiniciar o Apache no Linux

Parar:
# /etc/init.d/apache2 stop

Iniciar
# /etc/init.d/apache2 start

Reiniciar
# /etc/init.d/apache2 restart


Comando RM (Excluir Arquivos e Pastas no Linux)

O comando  rm  é utilizado para remover arquivos, simples de ser usado.
É importante saber que após remover usando o comandorm, não poderá mais recuperar o arquivo.

Veja como é simples remover um arquivo por linha de comando, será criado um arquivo e removido, veja:

cat > teste.txt

Agora será removido:

rm teste.txt

Mas tem situações que precisamos remover diretórios, como fazer?
Para remover os diretórios, o principio é o mesmo, mas o comando é diferente, será usado o comandormdir.

Veja como é simples:

rmdir diretorio

Porém para funcionar este comando, o diretório precisa estar vazio. Mas e se tiver arquivos e outros diretórios dentro do diretório que preciso excluir?
Simples, precisa utilizar o comandorm -rveja:

rm -r diretorio
Apagar Todos os Arquivos e Subpastas
RM -FR /home/documentos